Textos



A eterna segunda chance
 
A eterna segunda chance é que eu sempre peço quando prostro-me;
Diante do meu Senhor e Salvador Jesus Cristo, eu me humilho;
A minha aliança foi rompida por mim. Eu admito que eu sou um erro;
Quisera eu não ter vindo a esse mundo. Porém, eu cumpri as ordens;
Fui feito alma vivente em um mundo controlado pela dor e pelo pecado;
A angústia foi inaugurada no meu nascimento. O pranto diz tudo;
Por conta do ofício adâmico, a morte aguarda-nos na saída;
Contudo, Deus encarnado abandonou sua resplandecência infinita;
Jesus Cristo. Nosso Senhor e Salvador. O aniquilador da morte;
Ainda que eu viva a eternidade ao seu lado, não será suficiente;
O bastante para solicitar sua infinita clemência e misericórdia;
Senhor, perdoa-me pela minha existência. Não sou digno;
Dois milênios depois, e a humanidade ainda não assimilou;
A capacidade e o poder que a Redenção na Cruz representa;
Perdoa-me, pois eu pecarei até o meu último minuto de vida terrena;
Livra-me da condenação eterna. Minha alma eu apresento a Ti.

Fonte Imagem: PixaBay
Lucas Nicácio Gomes
Enviado por Lucas Nicácio Gomes em 12/06/2019
Alterado em 16/06/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários